#Lançamentos: Grupo Editorial Record




Okay, um mês de férias acabou de passar e eu posso afirmar com toda a certeza: eu não li tudo o que eu achei que leria. Por quê? Por conta de um projeto com o qual me comprometi e preciso entregar ainda esse mês: ou seja, nada de ficar acordada até altas horas lendo (até porque, eu preciso trabalhar!). Com sorte, vocês podem estar com um calendário melhor do que o meu, então aproveitem essas belezinha do mês de Junho do Grupo Editorial Record.

Selo Record


Ridículo político: uma investigação sobre o risível, a manipulação da imagem e o esteticamente correto, de Marcia Tiburi

Em “Ridículo político: uma investigação sobre o risível, a manipulação da imagem e o esteticamente correto”, a filósofa Marcia Tiburi, autora de livros como “Filosofia prática” e “Como conversar com um fascista”, argumenta que as cenas ridículas da política e seus personagens conhecidos não são apenas produtos de pessoas despreparadas para os cargos que ocupam, mas também fazem parte de uma deturpação que serve a uma nova política. “Abusadores do poder seguem sempre mais poderosos como engraçadinhos ou bufões inofensivos, muitas vezes até confiáveis, enquanto a população paga um preço altíssimo por uma despolitização apresentada como o melhor dos mundos”, afirma. O livro sai em maio pela Record.


Minha vida não tão perfeita, de Sophie Kinsella
O novo livro de Sophie Kinsella é uma divertida reflexão sobre a era das aparências na internet. O enredo acompanha o cotidiano de Cat, jovem que cresceu numa fazenda no interior da Inglaterra e cujo maior sonho sempre foi morar em Londres, onde viveria uma vida louca, animada e glamorosa. Ela enfim se mudou para lá e, quem a acompanha no Instagram até acredita que sua vida é essa loucura toda. Mas a verdade não é bem assim.


Cem anos de solidão (edição especial capa dura), de Gabriel García Márquez
Neste que é um dos maiores clássicos da literatura, o prestigiado autor narra a incrível e triste história dos Buendía – a estirpe de solitários para a qual não será dada “uma segunda oportunidade sobre a terra” e apresenta o maravilhoso universo da fictícia Macondo, onde se passa o romance. É lá que acompanhamos diversas gerações dessa família, assim como a ascensão e a queda do vilarejo. Para além dos artifícios técnicos e das influências literárias que transbordam do livro, ainda vemos em suas páginas o que por muitos é considerado uma autêntica enciclopédia do imaginário, num estilo que consagrou o colombiano como um dos maiores autores do século XX.




Ladainha, de Bruna Beber
A começar pelo título: tipo de canto, prece ou recitação que provém de uma dimensão religiosa, a palavra “ladainha” passou a ser usada para dizer aquilo que se repete incansavelmente apesar de já ter perdido o sentido. Ainda, ao escolher não dar títulos aos poemas, mas apenas enumerá-los com a sequência dos 32 primeiros números primos, Bruna Beber foge à simples infinitude dos números naturais, aspirando a uma infinitude ainda não de todo mapeada.
O que poderia ser visto como um exercício de banalidade e humor propositalmente afirmativos é, antes de tudo, uma posição ironicamente crítica da poesia para com sua história, para com a poeta, o leitor, a tradição, o mundo, o nosso tempo e, mesmo, a vida.


O diabo ataca em Wimbledon, de Lauren Weisberger
Da mesma autora de “O diabo veste Prada”, “O diabo ataca em Wimbledon” acompanha a tenista queridinha dos americanos, Charlotte “Charlie” Silver. Ela faz um pacto com o diabo — o treinador carrasco Todd Feltner — e é catapultada para um mundo de estilistas famosos, festas exclusivas, jogos beneficentes a bordo de iates gigantescos e encontros românticos com a realeza hollywoodiana. Sob a nova direção impiedosa de Todd, Charlie, a menina boa, já era. Todd só quer saber de Charlie, a “Princesa Guerreira”. Afinal de contas, ninguém chega ao topo sendo bonzinho. Revistas e blogs de fofocas seguem Charlie freneticamente em suas viagens pelo mundo perseguindo vitórias em Grand Slams e manchetes no Page Six. Mas, quando a estrela da Princesa Guerreira ascende dentro e fora das quadras, há um preço a pagar. Num mundo obcecado por aparências e celebridades, estaria Charlie Silver disposta a se perder para vencer a todo custo? De Wimbledon ao Caribe, do US Open ao Mediterrâneo, O diabo ataca em Wimbledon é um passeio sexy e perversamente divertido por um mundo em que as apostas são altas — e as regras do jogo nem sempre são respeitadas.


Selo Verus

Casada até quarta, de Catherine Bybee 

Blake Harrison: rico, nobre, charmoso… e precisando de uma esposa até quarta-feira. Para isso, Blake recorre a Sam Elliot, que não é o homem de negócios que ele esperava. Em vez disso, ele encontra Samantha Elliot, linda e exuberante, com a voz mais sexy que ele já ouviu. Samantha Elliot: dona da agência de casamentos Alliance, ela não está no menu de pretendentes… até Blake lhe oferecer milhões de dólares por um contrato de um ano. Não há nada de indecente na proposta dele, e além disso o dinheiro vai ser muito útil para quitar as contas médicas da família dela. Samantha só precisa disfarçar a atração que sente por seu novo marido e evitar a todo custo a cama dele. Mas os beijos ardentes de Blake e seu charme inegável se provam muito difíceis de resistir. Era um contrato de casamento que previa tudo… menos se apaixonar. Agora só resta a Samantha proteger seu coração até que o contrato chegue ao fim.



Que bom para você, de Tammara Webber
A vida de celebridade de Reid Alexander é um livro aberto. Cada relacionamento fracassado, cada noitada, cada erro estampam as páginas dos jornais. O mais recente desses erros acabou com seu carro, destruiu uma casa e o fez parar no hospital, além de enfrentar um processo por dirigir embriagado. Enquanto sua equipe de assessores trabalha dia e noite para limpar sua imagem, uma coisa é clara: desta vez ele não vai escapar sem pagar por isso.Dori Cantrell é uma humanitária nata — o exato oposto de tudo o que Reid representa. Quando Reid é condenado a prestar serviços comunitários sob a supervisão de Dori, ela não fica nem um pouco impressionada com a fama dele, além de indiferente à sua proximidade. Logo, tudo o que Reid mais quer é derrubar Dori de seu pedestal e provar que ela é apenas humana.Contando os dias para o mês de serviço dele terminar, Dori luta para ignorar a atração por Reid, enquanto o desafia a reconhecer o próprio potencial desperdiçado. Mas Dori também tem seus segredos, guardados lá no fundo, até que uma noite acaba virando seu mundo de cabeça para baixo. De repente, a única esperança de redenção para Dori e Reid depende de uma escolha que ambos precisam fazer: ter fé um no outro ou não.Que bom pra vocêé o terceiro volume da série Entrelinhas, de Tammara Webber, autora de sucessos como Easy, Breakable e Sweet.

O sorriso da Hiena, de Gustavo Ávila 
Atormentado por achar que não faz o suficiente para tornar o mundo um lugar melhor, William, um respeitado psicólogo infantil, tem a chance de realizar um estudo que pode ajudar a entender o desenvolvimento da maldade humana. Porém a proposta, feita pelo misterioso David, coloca o psicólogo diante de um complexo dilema moral. Para saber se é um homem cruel por ter testemunhado o brutal assassinato de seus pais quando tinha apenas oito anos, David planeja repetir com outras famílias o mesmo que aconteceu com a sua, dando a William a chance de acompanhar o crescimento das crianças órfãs e descobrir a influência desse trauma no desenvolvimento delas. Mas até onde William será capaz de ir para atingir seus objetivos? Em O sorriso da hiena, o leitor ficará fisgado até a última página enquanto acompanha o detetive Artur Veiga nas investigações para desvendar essa série de crimes que está aterrorizando a cidade.

Selo Galera Record

ABC do amor, de A. C. Meyer, Brittainy C. Cherry e Camila Moreira
O amor é tema dos três contos de autoras famosas por suas tramas românticas.Em “Doce reencontro’, Jade reencontra o namorado que terminou tudo e a trocou pela carreira; já em “As cartas que escrevemos”, Jake é agora um ator famoso ao retornar à cidadezinha onde cresceu. Lá ele reencontra Ana Louise, seu grande amor, preste a casar-se com outro homem. E em “Além das cores”, o trabalho final da faculdade de Alice é escrever a biografia de biografia de Leandro, um artista plástico temperamental, fechado e extremamente gato.



Os 12 signos de Valentina, de Ray Tavares
Com mais de dois milhões de leituras no Wattpad, Os 12 signos de Valentina chega às livrarias pela Galera Record. Neste romance que se mistura com astrologia, Isadora descobre da pior forma possível que o namorado a traíra. E com sua melhor amiga, ainda por cima! A estudante de jornalismo entra numa fossa sem fim. Sem nenhum estágio à vista, ela se afoga em filmes feitos para chorar, pizza e em sua mais nova obsessão: stalkear o perfil do ex-namorado no Facebook. Até descobrir exatamente o que deu errado entre ela e Lucas: seus signos são incompatíveis. Basta encontrar um rapaz de libra e seu mundo entrará nos eixos novamente. Com a nova obsessão e a desculpa do trabalho final de jornalismo online, uma reportagem investigativa sob um pseudônimo, Isadora une o útil ao agradável e cria um blog para relatar a experiência: Os 12 signos de Valentina. Já que precisa encontrar o libriano perfeito, por que não aproveita e experimenta os outros signos do zodíaco para ter certeza mesmo?

Ferinos: o encantador de corvos (vol. 1), de Jacob Grey
Caw, abandonado pelos pais quando tinha apenas 5 anos, sobrevive sozinho numa cidade governada pelo crime. Mas ele não está desamparado: é o último representante da linhagem dos ferinos de corvos e tem o poder de comandar e conversar com as soturnas aves. Caw vive escondido em um ninho, no alto de uma árvore, no parque da cidade de Blackstone, até que uma fuga na prisão local o força a se revelar aos humanos… E à Lydia, a filha do diretor do presídio. Juntos descobrem que os fugitivos também são ferinos que planejam trazer seu temido líder, o Mestre da Seda, de volta da Terra dos Mortos. Para impedi-los, Caw e Lydia precisam encontrar os ferinos que se escondem pela cidade e convencê-los a mais uma vez lutar pelas forças do bem.



A Mediadora: a terra das sombras (capa dura), de Meg Cabot
Suzannah é uma adolescente igual a todas as outras – ou quase. Há apenas um pequeno detalhe: ela consegue ver fantasmas. Sua missão é ajudar as almas penadas a descansarem em paz. Mas como explicar à mãe ou aos professores que suas travessuras noturnas foram provocadas por… assombrações? Quando sua mãe se casa pela segunda vez e elas precisam se mudar para a ensolarada Califórnia, Suze passa a acreditar que as coisas vão melhorar. Mas ao chegar lá, Suzannah percebe que a nova família mora em uma casa muito antiga. E, é claro, assombrada. Só que por um fantasma bonitão, que nada faz para assustá-la, muito pelo contrário.


Selo Bertrand Brasil

Travessia, de Leticia Wierzchowski
Travessia é o desfecho da saga “A casa das sete mulheres”.  Giuseppe e Anita Garibaldi viveram e lutaram em três países diferentes: no sul do Brasil, à época da Revolução Farroupilha, em Montevidéu, no cerco de Rosas, e na unificação da Itália. Apaixonados um pelo outro, Giuseppe e Anita foram verdadeiros amantes da liberdade. Tudo está aqui neste livro: as grandes batalhas históricas e as pequenas batalhas do dia a dia. Todos os fãs de A casa das sete mulheres, romance que virou série de TV e já foi publicado em vários países, agora têm o prazer de reencontrar a prosa de Leticia Wierzchowski, autora que domina com maestria a narrativa do romance histórico.



Um acordo de cavalheiros, de Lucy Vargas
Tristan Thorne, o Conde de Wintry, não é um homem para brincadeiras. Com uma vida de segredos, amado e odiado na sociedade, ele não é o parceiro ideal para uma dama. Dorothy Miller não sabe o que há por trás de suas motivações, apenas que ele é bastante intenso. Os jornais dizem que ele bebe demais, joga demais e ama escandalosamente. E até mata. Como uma dama determinada a ser dona do próprio destino como Dorothy Miller acaba em um acordo com um homem como Lorde Wintry? Você teria coragem de guardar um segredo com o maior terror dos salões londrinos? Lembre-se: Nunca faça acordos com ele, pois o conde sempre volta para cobrar.


A montanha, de Lori Lansens
Assim que completa 18 anos, Wolf Truly pega o teleférico para o topo da montanha que se ergue sobre a cidade em que vive. Ele planeja tirar a própria vida. Em vez disso, acaba se deparando com três mulheres vagando pelas florestas, estranhas que mudarão o rumo da sua vida. Quando uma série de infortúnios deixa esse grupo preso em meio à natureza selvagem, eles logo percebem que podem contar apenas um com o outro para se defenderem da brutalidade da floresta. Conforme dias sem resgate começam a passar e sua desventura se transforma em pesadelo, essas quatro almas perdidas formam um laço inquebrável, impulsionando-se mais longe do que jamais consideraram possível. A Montanha é uma história de redenção e sacrifício; da realidade brutal da natureza; do amadurecimento a qualquer idade; e das formas singulares como forçamos uns aos outros a sobreviver.


Selo BestSeller

Peregrino, de Mark K. Shriver
Para nos ajudar a entender como Jorge Mario Bergoglio se tornou o papa Francisco, Shriver viaja para a Argentina para se encontrar com as pessoas que o conheceram em sua infância, em sua juventude como sacerdote jesuíta, e, posteriormente, como bispo reformista. Shriver visita o confessionário onde Bergoglio se sentiu chamado para uma vida baseada na fé e nos leva à humilde paróquia onde começou a carreira pastoral do futuro pontífice: em uma igreja criada a partir de um galpão convertido em uma área fora da cidade de Buenos Aires. Nesses ambientes simples, Bergoglio respondeu ao chamado de Cristo para alimentar os famintos, vestir os desnudos e abrigar os sem-teto, seguindo o exemplo dado pelo seu homónimo papal, São Francisco de Assis. O autor explica, também, como observar o pontífice revitalizou sua própria fé e seu compromisso com a Igreja.

O bebê destruiu meu diário, de Shannon Cullen
“O bebê destruiu meu diário” reúne jogos, citações e desafios que ajudarão pais novatos a lidar com as turbulências do primeiro ano de vida de seus filhos. Um livro divertido, praticamente um diário do bebê às avessas, para transformar rotinas insanas em memórias felizes e risos no futuro.






A história secreta da Mulher-Maravilha, de Jill Lepore
Escrito pela historiadora de Harvard e redatora da New Yorker Jill Lepore, o livro mostra os elos entre a Mulher-Maravilha e o feminismo nos Estados Unidos. A autora refaz a trajetória da personagem e de seu criador, Wilian Moulton Marston, mostrando como o movimento sufragista e feminista o influenciou na redação das histórias. Lepore mostra como fatos e pessoas com quem ele conviveu, não só em casa, mas nas universidades e tribunais, foram parar nas tirinhas. O livro é todo ilustrado e ainda tem um encarte colorido com os quadrinhos, as capas das revistas e os primeiros desenhos que deram origem à personagem. Para escrever essa história, Jill Lepore passou anos pesquisando em dezenas de bibliotecas, arquivos e coleções, incluindo documentos particulares de Marston.

11 comentários :

  1. Sou fã da Sophie Kinsella e quero ler esse livro dela :D assim como quero muito ler o lançamento da Lucy Vargas, li dois de seus romances de época e curti demais ;)

    ResponderExcluir
  2. Izabela!
    A Record e seus selos sempre com livros bons sendo lançados.
    Adorei a reedição de Cem anos de solidão.
    Gostaria de ler vários, mas nem dá para comprar todos.
    Desejo um final de semana de luz e paz!
    “Quem já passou por essa vida e não viveu, pode ser mais, mas sabe menos do que eu...” (Vinicius de Moraes)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Poucos livros me interessaram desses lançamentos. :( Minha Vida Não Tão Perfeita eu quero muito ler, e Casada Até Quarta também parece ser legal. Agora a capa de Um Acordo de Cavalheiros está maravilhosa, nossa, to apaixonada, a resenha foi meio instigante também... mas compraria mais pela capa.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Adorei as novidades da editora, arrasou!!
    Qro ler todos! ;)
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Me interessei apenas por Casada até quarta e Um acordo de cavalheiros.
    Lindas capas, por sinal.
    bjs e boas leituras! :P

    ResponderExcluir
  6. Os lançamentos parecem ser muito bons, fiquei interessada em casada até quarta, O sorriso da hiena, Ferinos e Um acordo de cavalheiro.

    ResponderExcluir
  7. Apesar dos livros da Sophie serem sempre engraçados, não os acho tãão bons quanto falam!! Porém, para uma leitura leve, eles valem!LOUCA pra ler O sorriso da hiena, pois, além de elogiadíssimo, é de um autor nacional <3

    ResponderExcluir
  8. Eu já li os dois primeiros da série Entrelinhas, e quero muito esse.
    Os Doze Signos de Valentina, é muito bom, acompanhei ele no Wattpad.

    ResponderExcluir
  9. Oi Izabela,
    Cem anos de solidão é um clássico, mas como leio poucos, principalmente da literatura brasileira (estou tentando mudar isso), nunca li esta obra, mas esta nova edição está com uma capa tão linda que acredito ser uma ótima oportunidade para adquirir um exemplar e poder conhecer está história. O sorriso da Hiena está no topo de minha lista de desejado e não vejo a hora de ler. Também gostei da sinopse de Um acordo de cavalheiros e O diabo ataca em Wimbledon.

    ResponderExcluir
  10. Oi! Gostei dos lançamentos, mas confesso que só um realmente chamou a minha atenção, que foi Minha vida não tão perfeita. Já quero ler!!!!

    A Garota dos Teus Olhos

    ResponderExcluir
  11. Adorei os lançamentos !!
    Quero muito Minha Vida não tão Perfeita !!

    Bjo

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer três blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook