Ninguém Vira Adulto de Verdade #01

 

Autora: Sarah Andersen
Título original: Adulthood is a myth
Tradução: André Czarnobai
Editora: Seguinte
Páginas: 112
Onde encontrar: AmazonBr | Submarino | Saraiva


Sinopse: As tirinhas certeiras de Sarah Andersen, que já contam com mais de 1 milhão de fãs no Facebook, registram lindos fins de semana passados de pernas pro ar na internet, a agonia de andar de mãos dadas com alguém de quem estamos a fim (e se os dedos ficarem suados?!), a longa espera diária para chegar em casa e vestir o pijama, e a eterna dúvida de quando, exatamente, a vida adulta começa.
Em outras palavras, este livro é sobre as estranhezas e peculiaridades de ser um jovem adulto na vida moderna. A sinceridade com que Sarah Andersen lida com temas como autoestima, timidez, relacionamentos e a frequência com que lavamos o sutiã torna impossível não se identificar com esses quadrinhos hilários e carismáticos.

Eu.Quero.Reclamar.

Um livro para quem não está nem um pouco empolgado com os desafios da vida adulta.
Eu não sei vocês, mas eu já ria bastante com algumas tirinhas que eu via circulando com o Facebook. Quando vi o livro circulando pelas livrarias - o que não é difícil, porque olha essa capa amarela maravilhosa - soube que ele precisava ser meu. Demorei um pouquinho, mas comprei-o finalmente. Quando ele chegou, mostrei na hora para minha mãe. As risadas que nós dividimos ficarão comigo por bastante tempo.

Boneco de Pano

Autor: Daniel Cole 
Título Original: Ragdoll
Tradução: Marcelo Mendes
Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Onde Encontrar: AmazonBr | Americanas | Cultura | Saraiva | Submarino | Travessa


| Livro cedido em parceria com a Editora Arqueiro |


Sinopse: O polêmico detetive William Fawkes, conhecido como Wolf, acaba de voltar à ativa depois de meses em tratamento psicológico por conta de uma tentativa de agressão. Ansioso por um caso importante, ele acredita que está diante da grande chance de sua carreira quando Emily Baxter, sua amiga e ex-parceira de trabalho, pede a sua ajuda na investigação de um assassinato. O cadáver é composto por partes do corpo de seis pessoas, costuradas de forma a imitar um boneco de pano.
Enquanto Wolf tenta identificar as vítimas, sua ex-mulher, a repórter Andrea Hall, recebe de uma fonte anônima fotografias da cena do crime, além de uma lista com o nome de seis pessoas – e as datas em que o assassino pretende matar cada uma delas para montar o próximo boneco. O último nome na lista é o de Wolf.
Agora, para salvar a vida do amigo, Emily precisa lutar contra o tempo para descobrir o que conecta as vítimas antes que o criminoso ataque novamente. Ao mesmo tempo, a sentença de morte com data marcada desperta as memórias mais sombrias de Wolf, e o detetive teme que os assassinatos tenham mais a ver com ele – e com seu passado – do que qualquer um possa imaginar.
Com protagonistas imperfeitos, carismáticos e únicos, aliados a um ritmo veloz e uma deliciosa pitada de humor negro, Boneco de Pano é o que há de mais promissor na literatura policial contemporânea.

Meu time no Escape 60! Escapamos!! :D
Eu fiquei com vontade de ler Boneco de Pano durante a apresentação do título no Encontro com Livreiros da editora Arqueiro. Durante o lançamento da obra, tive o privilégio de participar de uma grande ação com o Escape 60 - criada especialmente por conta do livro -, que foi simplesmente incrível também.

Para quem não conhece o Escape 60, é um local onde você e alguns amigos ficam fechados em uma sala temática e tem que seguir todas as pistas para resolver o mistério da vez dentro de 60 minutos. Nunca tinha participado antes e foi uma experiência ótima!! Nós tivemos algumas dificuldades, mas conseguimos sair da sala faltando quatro minutos ainda! Enfim, arrasamos. :D

O thriller é o primeiro livro de Daniel Cole, que criou a história inicialmente para um piloto de TV que foi rejeitado inúmeras vezes. Decidido a descobrir o fim do episódio, Cole começou a escrever o livro que já é um grande sucesso internacional.

Confira Daniel Cole falando sobre o livro Boneco de Pano:

A narrativa tem início com o detetive de homicídios William Fawkes, apelidado de Wolf (Lobo, em inglês). Ele é acordado no meio da madrugada pelo chefe da Polícia Metropolitana de Londres, Simmons, para que vá urgentemente a um endereço ajudar em uma investigação. Com uma pequena surpresa, Wolf repara que o crime aconteceu no prédio em frente o seu - em uma área não muito respeitada da cidade.

Wolf está passando por um período de readaptação na polícia, pois se envolveu em muitos problemas no último caso que trabalhou - incluindo uma agressão quase fatal - que o obrigou a passar um bom tempo em um hospital psiquiátrico. Além disso, Wolf também está superando o divórcio turbulento com a jornalista Andrea Hall. Em resumo, sua vida não está nada fácil e ele ainda é obrigado a fazer terapia uma vez por semana para manter o emprego.

Quando chega à cena do crime, Wolf se depara com um grotesco monstrengo que tem seis partes de corpos diferentes costurados juntos para formar um novo corpo. Mas o pior de tudo é que uma das mãos apontava diretamente para a janela do apartamento do detetive. 

Alien + #Literatura nas Telas - Alien: Covenant

Autor: Alan Dean Foster
Titulo Original: Alien
Tradução: Henrique Guerra
Editora: Aleph
Páginas: 328
Onde Encontrar: AmazonBR | Livraria Cultura | Livraria Saraiva

Sinopse: A tripulação da nave Nostromo é despertada antes do tempo de seu sono criogênico. Misteriosos sinais vindos dos confins do espaço são recebidos pelo computador de bordo, e a equipe é acionada para investigar um planeta desconhecido. Um tripulante é atacado por uma forma de vida estranha, e esse pode ser o início de uma história pior que os mais terríveis pesadelos da humanidade.

Vamos desenterrar um clássico? Vamos.
Desde criança conheço Alien. Os filmes de Ridley Scott, que estreou a franquia em 1979, conquistaram o público pela inovação e por trazer um universo de ficção científica mesclado ao horror e ao desconhecido. O primeiro filme foi um marco da ficção científica, gerou sequências, os filmes de Predador e em 2012, pelas mãos do mesmo diretor, uma prequel (uma história que antecede a original), intitulada Prometeus. Agora, dia 10 de Maio estreou o mais novo filme da franquia: Alien - The Covenant. Vou abordar um pouco do livro escrito no mesmo ano do filme por Alan Dean Foster e publicado pela Editora Aleph e posteriormente o novo filme, que acompanhei na estreia.

Deuses Americanos - Edição Preferida do Autor

Autor: Neil Gaiman
Título Original: American Gods
Tradução: Leonardo Alves
Editora: Intrínseca
Páginas: 576
Onde Encontrar: AmazonBr | Americanas | Cultura | Saraiva | Submarino | Travessa


Sinopse: Deuses americanos é, acima de tudo, um livro estranho. E foi essa estranheza que tornou o romance de Neil Gaiman, publicado pela primeira vez em 2001, um clássico imediato. Nesta nova edição, preferida do autor, o leitor encontrará capítulos revistos e ampliados, artigos, uma entrevista com Gaiman e um inspirado texto de introdução.
A saga de Deuses americanos é contada ao longo da jornada de Shadow Moon, um ex-presidiário de trinta e poucos anos que acabou de ser libertado e cujo único objetivo é voltar para casa e para a esposa, Laura. Os planos de Shadow se transformam em poeira quando ele descobre que Laura morreu em um acidente de carro. Sem lar, sem emprego e sem rumo, ele conhece Wednesday, um homem de olhar enigmático que está sempre com um sorriso no rosto, embora pareça nunca achar graça de nada.
Depois de apostas, brigas e um pouco de hidromel, Shadow aceita trabalhar para Wednesday e embarca em uma viagem tumultuada e reveladora por cidades inusitadas dos Estados Unidos, um país tão estranho para Shadow quanto para Gaiman. É nesses encontros e desencontros que o protagonista se depara com os deuses - os antigos (que chegaram ao Novo Mundo junto dos imigrantes) e os modernos (o dinheiro, a televisão, a tecnologia, as drogas) -, que estão se preparando para uma guerra que ninguém viu, mas que já começou. O motivo? O poder de não ser esquecido.

Se tem um livro que eu queria ler há anos, esse seria Deuses Americanos, de Neil Gaiman. Antes da editora Intrínseca publicar a edição preferida do autor no ano passado, o livro tinha apenas uma edição praticamente esgotada (e muito cara) da editora Conrad. Então, assim que me foi possível, corri para adquirir essa nova versão. E devo dizer que o livro físico está simplesmente um arraso. Vale a pena ter em casa! ;)

Confira também outras obras do escritor: Stardust (Resenha), Coraline (Resenha), João e Maria (Resenha), O Oceano no Fim do Caminho (Resenha), Criaturas Estranhas (Resenha). 

Ademais, é desnecessário dizer que todas as pessoas desta história, estejam elas vivas, mortas ou em outras condições, são fictícias ou usadas em um contexto fictício. Só os deuses são reais.
Alerta aos viajantes, p. 12

Acredite. Deuses Americanos

A Chama Dentro de Nós - Elementos #02



Autora: Brittainy C. Cherry
Título original: The Fire Between High and Lo 
Tradução: Meire Dias
Série: Elementos
Editora: Record
Páginas: 348
Onde encontrar: AmazonBr | Saraiva | Submarino 


| Livro cedido em parceria com o Grupo Editorial Record

Sinopse: Logan Silverstone e Alyssa Walters não têm nada em comum. Ele passa os dias contando centavos para pagar o aluguel, sofrendo com a rejeição dos pais e tentando encontrar um rumo para sua vida caótica. Ela, por outro lado, parece ter um futuro brilhante pela frente. Um dia, porém, um simples gesto dá origem a uma improvável amizade.
Ao longo dos anos, o sentimento que os une se transforma em algo até então desconhecido para os dois. Alyssa e Logan não conseguem resistir à atração que sempre sentiram um pelo outro e finalmente descobrem o amor. Mas uma tragédia promete separá-los para sempre. Ou pelo menos é isso que eles pensam.
Seriam as reviravoltas do destino e as feridas do coração capazes de apagar para sempre a chama que há dentro deles?
Confesso que esperava mais desse livro. O Ar que Ele Respira foi muito mais intenso para mim do que A Chama dentro de Nós. Isso, no entanto, não impede que este não seja um bom livro. Só não foi, porém, uma leitura tão boa quanto O ar. Eu não tenho a notinha 3,5 (bom, mas não muito bom?). Então já deixo registrado que meus três livrinhos devem ser lidos como 3.5 livrinhos, ok? Vamos entender o porquê!

O romance possui três grandes momentos. O primeiro no qual Alyssa e Logan se conhecem. Ambos são adolescentes e – à primeira vista – extremos opostos: ela é boa aluna, toca música, tira notas boas e trabalha meio-período; ele é um caso perdido para as drogas, não possui emprego fixo e não gosta de ninguém. O segundo, cinco anos depois, no qual o enredo realmente se desenvolve, apesar de o romance ficar mais para segundo plano. E o terceiro, um epílogo que nos dá o desejado felizes para sempre.

Parte um

Sua alma estava em chamas, e ele queimava qualquer um que ousasse se aproximar. Ele se aproximou sem temer as cinzas em que estavam prestes a se transformar.

Maio - A Garota do Calendário #05

Autora: Audrey Carlan
Título original: Calendar Girl: May
Tradução: Andréia Barboza
Série: A Garota do Calendário
Editora: Verus
Páginas: 144
Onde encontrar: AmazonBr | Americanas | Cultura | Saraiva | Submarino | Travessa


Sinopse: O quinto volume do fenômeno editorial nos Estados Unidos, com mais de 3 milhões de cópias vendidas.
Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em maio, Mia vai trabalhar como modelo no Havaí, onde conhecerá Tai, um dos homens mais impressionantes que ela já viu. Com ele, Mia vai descobrir que o prazer não tem limites — e que ela deve aproveitar absolutamente tudo o que a vida tem a oferecer.

Estou de volta para trazer mais resenhas da série A Garota do Calendário, de Audrey Carlan, publicada pela editora Verus no Brasil. A saga que está completa com 12 edições (uma para cada mês do ano) já está totalmente disponível no país - podendo comprar os livros individuais ou os box da coleção completa.

Atenção!! Essa resenha contém spoilers dos livros anteriores. 
Para quem ainda não conhece o início da história de Mia, não deixe de conferir Janeiro (Resenha), Fevereiro (Resenha), Março (Resenha) e Abril (Resenha).

Agora em Maio encontramos nossa protagonista Mia voltando para casa, em Las Vegas, e se reencontrando com sua irmãzinha Maddy e também com sua melhor amiga Ginelle. Como já devo ter dito antes, o relacionamento das três é bem divertido. Mas Mia trata sua irmã mais nova mais como filha do que como irmã, o que é fácil de se compreender já que ela cuida de Maddy desde que tinha 10 anos.
É por isso também que Mia surta completamente ao descobrir que sua irmã (que nem terminou a faculdade ainda) está noiva! O fato não é bem visto por Mia que tem medo que sua irmã abra mão dos próprios sonhos por conta do casamento com - o também muito jovem - Matt.
Então Maddy, extremamente fofa e responsável, tranquiliza a irmã de que só irá se casar depois que terminar a faculdade e que também terá a presença de Mia no dia do evento, obviamente.

O Sol Também é uma Estrela

Autora: Nicola Yoon
Título original: The sun is also a star
Tradução: Alves Calado
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Onde encontrar: AmazonBr | Saraiva | Submarino

| Livro cedido em parceria com a Editora Arqueiro |

Sinopse: Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.
Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.
O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?

Nicola Yoon: você é simplesmente incrível. Sério, gente, o trabalho dessa mulher é esplêndido. O sol também é uma estrela é o segundo livro da autora lançado aqui no Brasil. O primeiro, Tudo e todas as coisas (lançado primeiramente pela Novo Conceito, e já com segunda edição pela Editora Arqueiro) estreará com uma adaptação cinematográfica em 19 de maio nos Estados Unidos.

O sol também é uma estrela é um romance que realmente me tocou. Eu o achei lindo, intenso e muito verdadeiro. Eu me apaixonei pelo Daniel e pela Natasha e por todas as outras narrações que aparecem ao longo desse pequeno grande livro e tenho certeza que você também irá. 
Não está muito convencida? Vem comigo nessa resenha cheia de amor. 
Para minha mãe e meu pai, que me ensinaram
sobre os sonhos e como alcançá-los.

Opala - Saga Lux #03

Autora: Jennifer L. Armentrout
Título Original: Opal
Tradução: Bruna Hartstein
Série: Lux
Editora: Valentina
Páginas: 416
Onde Encontrar: AmazonBr | Americanas | Cultura | Saraiva | Submarino | Travessa

| Livro cedido em parceria com a Editora Valentina |

Sinopse: Ninguém é igual ao Daemon Black.
Quando ele prometeu que iria provar seus sentimentos por mim, não estava brincando. Nunca mais vou duvidar dele. E agora que conseguimos finalmente aparar nossas arestas, bem... tem rolado muita combustão espontânea.
Mas nem mesmo ele pode proteger a família dos perigos de tentarem libertar aqueles que amam.
Depois de tudo o que aconteceu, já não sou mais a mesma Katy. Tornei-me uma pessoa diferente... E não sei bem o que isso vai significar no final. Quanto mais nos aproximamos da verdade e nos colocamos no caminho da organização secreta responsável por torturar e testar os híbridos, mais me dou conta de que não existe limite para o que sou capaz de fazer. A morte de um ente querido continua afetando a todos, a ajuda surge do lugar mais improvável, e nossos amigos irão se tornar nossos piores inimigos, mas não podemos voltar atrás.  Mesmo que com isso estejamos arriscando destruir nosso mundo para sempre.
Juntos somos fortes... e eles sabem disso.

ATENÇÃO!! Essa resenha contém spoilers dos dois primeiros livros da série Lux, Obsidiana (Resenha) e Ônix (Resenha). Leia por sua conta e risco! ;)

Opala é o terceiro livro da saga Lux, que é completa com cinco livros e três contos extras - todos já publicados no exterior. A autora, Jennifer L. Armentrout, tem mais de um milhão de títulos vendidos e também escreve romances contemporâneos sob o pseudônimo de J. Lynn. A editora Valentina é responsável pela publicação da série no Brasil, com edições muito bonitas e bem diagramadas - vale a pena ter o físico! ;) 

O livro começa logo após a tragédia ocorrida no fim de Ônix (Resenha). A jovem blogueira Katy já não é mais completamente humana. Ela agora é uma híbrida que carrega parte do poder dos luxen e compartilha uma ligação única com Daemon. Além disso, Katy se sente culpada por tudo o que aconteceu e, principalmente, pela morte de Adam e está tentando consertar seus erros.

Minha garganta apertou. Havia uma mancha em minha alma, gelada e sombria. Eu podia não ter matado o Adam, mas era em parte responsável pela morte dele. Era quase cúmplice. As pessoas cometem erros o tempo todo, mas em geral eles não provocam a morte de alguém.
Os meus provocaram.
Katy, p. 130

Uma Noite Como Esta - Quarteto Smythe-Smith #02

Autora: Julia Quinn
Título original: A Night Like This
Tradução: Ana Rodrigues
Série: Quarteto Smythe-Smith
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Onde encontrar: AmazonBr | Americanas | Cultura | Saraiva | Submarino | Travessa

Sinopse: Anne Wynter pode não ser quem diz que é…
Mas está se saindo muito bem como governanta de três jovenzinhas bem-nascidas. Seu trabalho é bastante desafiador: em uma única semana ela precisa se esconder em um depósito de instrumentos musicais, interpretar uma rainha má em uma peça que pode ser uma tragédia ou, talvez, uma comédia – ninguém sabe ao certo – e cuidar dos ferimentos do irresistível conde de Winstead. Após anos se esquivando de avanços masculinos indesejados, ele é o primeiro homem que a deixa verdadeiramente tentada, e está cada vez mais difícil para ela lembrar que uma governanta não tem o direito de flertar com um nobre.
Daniel Smythe-Smith pode estar em perigo…
Mas isso não impede o jovem conde de se apaixonar. Quando ele vê uma misteriosa mulher no concerto anual na casa de sua família, promete fazer de tudo para conhecê-la melhor, mesmo que isso signifique passar os dias na companhia de uma menina de 10 anos que pensa que é um unicórnio.
O problema é que Daniel tem um inimigo que prometeu matá-lo. Mesmo assim, no momento em que vê Anne ser ameaçada, ele não mede esforços para salvá-la e garantir seu final feliz com ela.

Uma Noite Como Esta é o segundo livro do Quarteto Smythe-Smith, a nova série da Julia Quinn publicada pela editora Arqueiro. O primeiro título da série, Simplesmente o Paraíso (Resenha), contou a história de Honoria  Smythe-Smith e o amor que nasceu da longa amizade com Marcus Holroyd, conde de Chatteris e também melhor amigo de seu irmão mais velho, Daniel  Smythe-Smith.

Meu box Quarteto Smythe-Smith <3

Agora, vamos acompanhar a volta para casa de Daniel Smythe-Smith, conde de Winstead. Três anos antes, Daniel se envolveu em um duelo de cavaleiros com seu amigo Hugh Prentice. Tudo por conta de muita bebida e um jogo de cartas. A questão é que, como os dois jovens cavalheiros estavam extremamente alcoolizados, ambos erraram a pontaria e atiraram de fato no adversário (o que não era a intenção de nenhum dos dois, diga-se de passagem). Daniel levou um tiro no ombro e Hugh na coxa, só que uma veia foi atingida e Hugh quase perdeu a vida.
Embora Daniel tenha tentado se desculpar pelo erro, o pai de Hugh não o perdoou pelo fato do filho ter se tornado “incapaz” (explicando: Hugh ficou manco da perna ferida). Por isso, Daniel passou os últimos três anos fugindo por todo o continente europeu de assassinos contratados para matá-lo. 
As boas novas chegam quando Hugh reencontra Daniel na Itália e lhe explica que conseguiu convencer o pai a não tentar matar o amigo mais. Então, Daniel pode finalmente voltar para Inglaterra.

Daniel chega em exatamente a tempo de uma apresentação do terrível e famoso “Quarteto  Smythe-Smith”. Mas imaginem a surpresa do rapaz quando uma jovem desconhecida (que com certeza não é nenhuma de suas primas) está tocando o piano. A garota prende a atenção de Daniel a noite inteira.

Ora, ora, aquilo era um mistério. Daniel sabia (porque a mãe lhe dissera várias vezes) que o Quarteto Smythe-Smith era composto de jovens damas Smythe-Smiths solteiras, e ninguém mais. A família, na verdade, tinha muito orgulho disso, de produzir tantas moças com talento musical (palavras da mãe de Daniel, não dele). Quando uma delas se casava, há havia outra esperando para assumir a posição. Nunca haviam precisado que alguém que não pertencente à família ocupasse um lugar no quarteto. Na verdade, a questão principal era: que pessoa não pertencente à família iria querer ocupar um lugar no quarteto?
Daniel, p. 23

Resultado Top Comentarista #Abril + Top Comentarista #Maio


Abril foi um mês lindo, cheio de feriados nos quais pudermos colocar nossas leituras em dia. Esperamos que tenham aproveitado! Hoje veremos quem leva para casa esses dois volumes incríveis de Cemitério de Dragões (autografado!) e Minha Vida Mora ao Lado!

Nós checamos manualmente cada resenha do mês de abril, as quais foram as participantes do Top!

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada - Partes Um & Dois

Autores: J.K.Rowling, John Tiffany & Jack Thorne
Título Original: Harry Potter and the Cursed Child - Parts 1 & 2.
Tradução: Anna Vicentini
Editora: Rocco
Páginas: 352
Onde Encontrar: AmazonBR | Submarino | Livraria Cultura | Livraria Saraiva

| Livro cedido em parceria com a Editora Rocco |


Sinopse: Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia,marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho mais novo, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados.
Ansiosamente aguardado por milhões de fãs, o oitavo livro da saga de maior sucesso de todos os tempos chega às livrarias de todo o Brasil no dia 31 de outubro, em edições brochura e capa dura. Harry Potter e a criança amaldiçoada é a edição impressa do roteiro de ensaio da peça escrita por J.K. Rowling em parceria com Jack Thorne e John Tiffany, que está em cartaz em Londres e se passa 19 anos após os acontecimentos narrados em Harry Potter e as Relíquias da Morte.

Olá leitores e leitoras!
Como temos parceria com a divosa Editora Rocco, resolvi pedir o que foi considerado por alguns fãs como "oitavo" livro da saga Harry Potter, mas que para muitos, é mais uma novidade e um sopro de vida no mundo do bruxinho que tanto amamos: Harry Potter e a Criança Amaldiçoada. Como a fã louca e fanática que sou, mais cedo ou mais tarde iria querer conferir esta obra de autoria da incrível e maravilhosa J.K. Rowling e adaptada para o formato de roteiro por John Tiffany e Jack Thorne. O livro, que é narrado em formato de roteiro, nos leva a uma nova aventura de Harry, ou melhor, de seu filho, Alvo Severo. Se o livro corresponde todas (as milhares) de expectativas, vamos descobrir na resenha!



Pode ler tranquilamente esta parte, ela NÃO CONTÉM SPOILERS.

Ao final do sétimo livro, vemos nossos queridos personagens, já adultos e casados, levando seus filhos até a estação para embarcarem no trem da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts (s2). Dezenove anos depois, é incrível poder vivenciar um pouco mais daquela última cena e os momentos posteriores dela, que deixaram um gostinho de quero mais. Tanto no livro quanto na adaptação para a telona. É aqui que a história têm início, e bate uma nostalgia deliciosa.

#Renovação de Parceria + #Lançamentos: Arqueiro & Sextante


É com muita alegria que viemos contar a vocês que RENOVAMOS A PARCERIA COM A EDITORA ARQUEIRO!!!! <3


Vamos confessar que depois de um ano maravilhoso com ótimos livros, sorteios, eventos e ações da editora, estávamos um tanto quanto ansiosas pela confirmação de renovação - afinal, a lista dos blogs parceiros demorou um mês para ficar pronta! (Rsrs) 

Queremos agradecer mais uma vez a confiança da Arqueiro em nós e garantir mais uma vez que vamos fazer o nosso melhor como sempre. Temos certeza que xs seguidorxs do blog vão poder aproveitar muito também! Então, vamos comemorar!! \o/


Você podem conferir todas as redes sociais da editora aqui:

Como já estamos no início de maio, vamos divulgar também nesse post os próximos lançamentos do mês das editoras Arqueiro e Sextante. E não estou brincando quando digo que tem MUITA coisa boa. Então aproveite para aumentar a sua lista também! ;)

Um post de despedida...


Olá, pessoal! Bel aqui!


 Como estão os leitores mais maravilhosos que uma colunista poderia ter? Trago algumas notícias pra vocês, e sei que, pelo título, já entenderam do que se trata...

Sim, queridos leitores do LOHS, eu estou de saída. Por um ano, pude fazer parte do que, pra mim, foi uma das experiências mais gratificantes até hoje: ser integrante de um blog literário tão maravilhoso como é o LOHS, com as pessoas mais comprometidas, esforçadas, inteligentes e focadas que já conheci no meio.

Infelizmente, porém, algumas coisas precisam acabar antes que possamos começar outras novas.


Por questões pessoais, que dizem respeito apenas a escolhas e caminhos meus, cheguei à conclusão, depois de muito pensar, que o blog não é mais algo que eu possa levar com a leveza e qualidade que ele merece ter. Portanto, minha decisão final é deixar de ser colunista e voltar à minha posição inicial: leitora assídua e apoiadora #1 do trabalho feito por três mulherões (da porra), pelas quais tenho uma admiração profunda e um respeito que ninguém nunca vai conseguir tirar.

#Lançamentos: Grupo Editorial Record



Hoje é o Dia Internacional do Trabalho e nós o passamos como? Isso mesmo, lendo!
Aproveitando este clima outonal, vejamos o que o Grupo Editorial Record suou para trazer até nós nesse mês de abril, okay?


Selo Galera Record

Trono de vidro, Império de Tempestades (Tomo 2), de Sarah J Maas

Antes de serem traídos pelo atual rei, os Galathynius reinaram em Terrasen por séculos. E agora Aelin deseja recuperar a coroa e voltar a seu trono de direito… Mas o caminho até lá é longo e sinuoso. Amigos serão perdidos, lealdades serão quebradas e alianças inesperadas surgirão. Com a vida e poder jurados ao povo que está determinada a salvar, a antiga assassina, conhecida como Celaena Sardothien, colocará a própria segurança em risco para proteger os seus. Mas a única salvação está numa relíquia enterrada nas ruínas de um velho pântano.


O canto mais escuro da floresta, de Holly Black 

A autora de “As crônicas de Spiderwick” traz mais uma história repleta de magia e mistérios. O protagonista é Hazel, que mora com o irmão, Ben, numa cidade onde humanos e fadas convivem. A magia aparentemente inofensiva desses seres atrai turistas de todas as partes, que querem ver de perto as maravilhas do lugar e, principalmente, o garoto de chifres e orelhas pontudas que descansa em um caixão de vidro. Hazel e Ben eram fascinados pelo garoto quando crianças. Mas, à medida que crescem, as histórias e teorias que inventavam perdem o encanto. Eles sabem que o garoto de chifres nunca acordará. Até que um dia ele acorda. Agora, os irmãos precisam se tornar os heróis que fingiam ser em suas brincadeiras e desvendar os mistérios que envolvem aquele príncipe com chifres.


Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook