Março - A Garota do Calendário #03

Autora: Audrey Carlan
Título original: Calendar Girl: March
Tradução: Andréia Barboza
Série: A Garota do Calendário
Editora: Verus
Páginas: 144
Onde encontrar: AmazonBr | Americanas | Cultura | Saraiva | Submarino | Travessa


Sinopse: Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser...
Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva, mas ela está prestes a descobrir.

Audrey Carlan
Estou de volta para falar sobre a jornada de vida de Mia Saunders!!
Para quem ainda não conhece, a série A Garota do Calendário é composta por 12 livros (cada um referente a um mês do ano) contando sobre a aventura que mudará não apenas a protagonista, como todas as pessoas que entram em contato com ela. Para melhorar nossa vida, a editora Verus, responsável pela publicação da obra no Brasil,  garante que todos os livros estarão disponíveis até outubro de 2016!! \o/

A autora, Audrey Carlan, já confirmou a presença na Bienal do Livro em São Paulo no fim deste mês de agosto!! Confesso que quase tive um ataque cardíaco para conseguir pegar a senha para o autógrafo online a tempo!! (Hahahaha!)

Capas das edições brasileiras

Enfim, em Janeiro (Resenha), Mia concordou em ser acompanhante de luxo (não é sinônimo de prostituta) para quitar a dívida milionária de seu pai ao agiota que também é seu ex-namorado. Seu primeiro cliente foi Wes, roteirista famoso em Hollywood e surfista gato, que ajudou Mia a ver um lado mais leve e divertido da vida. Os sentimentos entre os dois foram fortes e mesmo com a separação indesejada, eles continuaram a trocar mensagens e algumas ligações como amigos (com benefícios). <3

Já em Fevereiro (Resenha), Mia vai até Seattle para ser a musa do artista francês Alec Dubois, um homem completamente exótico e charmoso que mexerá com todos os hormônios da garota. Alec ajuda Mia a se amar melhor, além de aceitar seus sentimentos por outras pessoas - como Wes. Até porque ninguém entende melhor do amor que os franceses, certo?! ;)

Bem-vindo à fabulosa Las Vegas, Nevada

Agora chegamos a Março e finalmente Mia volta para passar alguns dias na sua casa em Las Vegas. É quando conhecemos pessoalmente sua melhor amiga, Ginelle, e sua irmã mais nova, Maddy. O relacionamento entre as três garotas é cheio de amor, ao mesmo tempo em que é leve e engraçado, apesar de Mia agir mais como mãe do que como irmã de Maddy - o que é fácil de se entender já que ela cuida da garota desde os 10 anos.

Mia também aproveita a oportunidade para visitar seu pai em coma no hospital e, com certeza é uma das melhores cenas, porque apesar de todos os problemas que Mia deve enfrentar por conta do pai, ele ainda é o pai dela. Essa confusão de sentimentos entre a raiva e o amor é percebido claramente, mostrando mais uma vez quão real essa personagem é.

Ainda em Las Vegas, Mia enfrenta seu ex-namorado - o agiota que está cobrando a dívida milionária do pai dela - e temos um vislumbre do tipo de ser humano que ele realmente é. E não é algo legal.

Chicago

Enfim, Mia deve voltar ao trabalho e parte para Chicago, a cidade dos ventos, para fingir ser a noiva de mentira do empresário (que também é ex-boxeador) Anthony Fasano, dono da rede de restaurantes Fasano. Tony, como é conhecido pelo seu círculo de amigos, é um homem lindo e másculo - além de ser muito rico.

Mas logo que Mia o encontra pela primeira vez já descobrimos porque um homem tão perfeito precisaria de uma noiva de mentira: Tony é gay. Ele vive há anos com Hector, seu parceiro, e os dois se amam muito. Só que vindo de uma família italiana, o sonho da mãe é casá-lo com uma boa moça católica e ter muitos filhos para manter o sobrenome da família. É pensando em tirar um pouco a pressão que a mãe está fazendo sobre o assunto que Tony decide contratar a acompanhante.

Essa situação nada simples começa a causar complicações entre o relacionamento de Tony e Hector. Mia, que acabou de aprender uma valiosa lição do artista francês sobre o amor, decide que no tempo que estiver junto ao casal, fará de tudo para ajudá-los.

Talvez eu pudesse usar o que tinha aprendido com essa experiência para ajudar Tony e Hector. No fim das contas, amor era amor, e ninguém pode escolher por quem se apaixonar, nem saber quanto tempo esse sentimento vai durar. Desde que o deles fosse para sempre, alguma coisa tinha que dar certo.
Mia, p. 58

Como Tony faz parte de uma grande família italiana, além de enganar a mãe, Mia também deverá enfrentar quatro irmãs que sabem muito mais do que Tony imagina. E, apesar de todas as dificuldades, Mia criará laços de amizade que irão muito além desse trabalho.

-Não é o que parece - Hector falou, com os dentes cerrados.
-Que vocês contrataram a Mia por um mês para tirar a mamma do pé do Tony, para que vocês dois possam seguir a vida?
-Certo. É exatamente o que parece.
Hector, Angelina (irmã de Hector) e Mia, p. 68

Além de toda a questão sobre o relacionamento de Tony e Hector, Mia começa a questionar seus sentimentos por Wes - que estão mais fortes que nunca. Apesar do caso que teve com Alec, a garota percebe que os sentimentos não são iguais e o surfista simplesmente está mais presente do que nunca! Será que ela conseguiria ter um relacionamento sério com ele?

Segurei a carta contra o peito e chorei. Chorei por Wes, por mim, pelo que poderia ser. Pelo que esperava ter um dia. Se ele não fosse roubado por alguma outra mulher bonita antes disso. Mas eu tinha que deixá-lo viver enquanto continuasse a minha jornada. Saber que ele se importava, que queria que eu me lembrasse dele, que esperava que eu voltasse para ele, era tudo o que eu precisava para passar pelos próximos nove meses.
Mia, p. 104

Março traz Mia com uma confiança renovada e também com o coração mais aberto às pessoas que já conhece e que ainda está conhecendo. A garota até então só teve péssimas experiências em relacionamentos passados, mas ela ganha um vislumbre de esperança que no futuro poderá ser diferença.

Lombadas formando uma metrópole
Esse é o primeiro livro no qual nossa protagonista transforma outras pessoas, além de si mesma. A mudança de pensamento de Mia está evoluindo a cada mês e seus novos conhecidos também evoluem juntos a ela. Novas amizades são criadas enquanto o relacionamento com Wes ganha mais profundidade. 

Enfim, este é um dos títulos da série que gosto muito porque marca a primeira transformação da Mia, que abrirá o coração para as futuras aventuras em sua longa jornada.

E, em Abril, Mia viajará para Boston para ser a namorada de mentira de um astro de beisebol de seu time favorito!! Imagine só a alegria da garota ao reunir as três coisas que ela mais gosta: beisebol, cerveja e homens bonitos!! 
A resenha chega amanhã! Então, não percam essa aventura!! ;)




7 comentários :

  1. Este lançamento tem sido o burburinho do momento. E tudo que li a respeito da autora, mostra o quanto ela conseguiu fazer um enredo que prendesse o leitor, mas acho que vou esperar a publicação dos 12 volumes

    ResponderExcluir
  2. Oi Carolina!
    Parece que nesse livro teremos uma Mia bem mais confiante e é reconfortante saber que ela está evoluindo a cada livro. Acho bacana a apresentação de novos personagens na trama, principalmente porque ficaria chato se o foco ficasse só nos trabalhos que ela tem que realizar. É bom mostrar como é a vida particular dela e quem faz parte. Adorei que o boy magia desse mês é gay. Com certeza será uma leitura agradável e divertida.
    Preciso ler essa série o quanto antes, hehehe.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carolina!!
    Gostei da resenha!! Mas ainda não li nenhum livro dessa série e não sei si vou ler... no momento tenho uma lista enorme de livros para ler e essa série ainda não entrou na lista, afinal são 12 livros!!
    Beijoss
    :)

    ResponderExcluir
  4. Eu estou babando nessa série! ão vejo a hora de conferir de perto as aventuras de cada personagem...
    Espero em breve conseguir!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Interessante o livro sobre a Mia, mas não me encanta a série. Enfim, mas espero que tenha muito sucesso esses livros ;)

    ResponderExcluir
  6. Esse volume nos mostra melhor como é a protagonista e as pessoas mais chegadas a ela. Difícil esse relacionamento com o pai, em pensar que tudo começou por causa dele, mas pelo menos ela parece estar aprendendo muitas coisas em cada relacionamento que ela tem.

    ResponderExcluir
  7. Oi, ainda não li nenhum livro da série mas gostei da resenha de Março, fiquei interessada em ler apesar da série ser grande, mas compesa já que os livros tem poucas páginas.

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook