Prodigy - Trilogia Legend #2

Autora: Marie Lu 
Título original: PRODIGY - A Legend Novel
Tradução: Ebréia de Castro Alves
Série: Trilogia Legend
Editora: Rocco - Jovens Leitores
Páginas: 304
Sinopse: Os opostos perto do caos. Depois que um cataclismo atingiu o planeta Terra, extinguindo continentes inteiros, os Estados Unidos se dividiram em duas nações em guerra: a República da América, a oeste, e as Colônias, formadas pelo que restou da costa leste da América do Norte. June e Day, a menina prodígio e o criminoso mais procurado da República, já estiveram em lados opostos uma vez.
Agora eles têm a oportunidade de lutar lado a lado contra o controle e a tirania da República e, assim, alterar para sempre o rumo da guerra entre as duas nações. Resta saber se estão preparados para pagar o preço que as transformações exigirão deles.


Depois do final eletrizante de Legend, nossos dois gênios, June e Day, estão fugindo para Las Vegas nos trens da República. Sozinhos, a única esperança deles agora é conseguir ajuda dos Patriotas para curar a perna de Day; achar Tess e resgatar Éden, a única família restante de Day. Em meio a disfarces e teatros, Kaede surge e os leva até a sede dos Patriotas, bem no meio da maior área militar da República.

À salvo das ruas, mas não de um perigoso jogo, June e Day conhecem Razor, líder dos rebeldes Patriotas. Ele oferece ajuda aos nossos protagonistas em troca de um simples pedido. Como o velho senhor Primeiro Eleitor morreu, as Colônias estão patrocinando o assassinato do novo Primeiro Eleitor, Anden. E ninguém melhor do que June e Day para serem a cara dessa revolução.
"Não gaste muito tempo refletindo sobre quem é Anden. Não posso pensar nele como se ele fosse uma pessoa real, uma pessoa que tenho de matar." June, p. 60
É como as criticas dizem: "reserve um tempo para ler esse livro de uma vez só, você será eletrizado!". Com certeza! Prodigy levou a história do nosso casal desafortunado para um nível completamente diferente. Tudo o que o movimenta é o plano de assassinato do Jovem Eleitor. O senado da República não está contente com ele e os Patriotas acreditam que ele será apenas uma cópia da figura autoritária e destruidora que seu pai foi. Por isso, Razor diz que as Colônias enxergam nesse momento de transição, a melhor oportunidade para um ataque. Usarão June, que - de alguma forma - caiu nas graças de Anden quando se conheceram naquele baile em Legend, estão lembrados? 

O plano parece perfeito, não fosse o fato de que Day e June terão que se separar. O romance deles é mais desenvolvido no segundo volume da trilogia, porém não ocupa o papel central, o que torna essa distopia encantadora. O que está acontecendo além desses dois é muito mais importante e afeta suas relações pessoais de maneira igual. Um aviso: preparem-se para sofrer! O final deles em Prodigy é de dilacerar corações. Fiquei em ressaca e não consegui começar Champion. Tanto por não estar emocionalmente preparada, quanto pelo fato de que será o último livro e não estou pronta para me despedir dessas duas personagens incríveis que aprendi a amar loucamente. 
Também não posso deixar de comentar a participação e amadurecimento de Tess, a garotinha que conhecemos em Legend. Ela cresceu e fez com que Day percebesse que ela também tem sentimentos por ele. Tess sempre foi a melhor amiga dele e exige que ele se lembre disso.
"- Confie em mim, Day. Estou falando isso para o seu bem. June ainda vai partir seu coração. Ela vai despedaçar você em um milhão de pedaços." Tess, p. 190

Ainda carregando o fantasma do assassinato de Metias, June tem algumas perguntas respondidas por Thomas, chefe da patrulha escolhida pelos Patriotas para colocar em prática seu plano de infiltrar June. No interrogatório, descobrimos mais coisas a respeito de Thomas e o que o levou a obedecer a Comandante Jameson e trair seu melhor amigo. June sente seu ódio aumentar ainda mais. E estou ansiosa para descobrir se ele e June tem mais alguma interação, porque isso não ficou muito claro em Prodigy. 
Com June nas mãos da República e, finalmente, cara a cara com Anden, ela descobre informações que a farão mudar de ideia a respeito do plano dos Patriotas. Mas ela não tem como alertar o Primeiro Eleitor sem trair Day.
"Seja qual for a verdade, vou ter de jogar esse jogo com muita cautela." June, p. 127
Day, que está nas mãos dos Patriotas e também tem sua dose de esclarecimentos. Ele descobre como o mundo realmente é, como os desastres naturais alagaram milhares de km² de países conhecidos. E a história contada pelos Patriotas de um governo Republicano opressor, isolacionista e covarde. Com o medo das Provas e das pragas, com ódio que sente pelo que podem estar fazendo com seu irmão, Day aceita ser o assassino do Primeiro Eleitor. Os planos dos Patriotas para ele são ambiciosos: a população da República o adora e eles usarão isso para criar uma rebelião. Destruir esse país e tudo o que ele representa, matando Anden. 

Então, nós temos essa briga entre Colônias e República, ambas consideradas ideias para quem não vive os abusos que ambas possuem. Pobres são pobres e sofrem dentro de um sistema de governo distópico. Marie Lu mostra isso através de Kaede, que é a responsável por Day se tornar o herói que ele está destinado a ser.
Esse será um livro de escolhas. Escolhas que terão fins trágicos e consequências infinitas. Porém, escolhas que exigem ser feitas. No agradecimentos, Marie Lu comenta que esse livro a forçou a olhar para o interior de suas personagens e descobrir seus piores medos e fraquezas. A autora soube como utilizar essas informações para fazer sua história ir para frente de maneira graciosa e dilaceradora. O final deixa uma simples porta aberta que fará com que Champion, o próximo e último livro, seja inesquecível.


22 comentários :

  1. Suas resenhas sempre me deixam curiosa, são extremamente detalhadas e nos fazem começar a imaginar como são os livros de fato, eu estou com muita vontade de ler essa trilogia, quero realizar esse desejo ainda esse ano, mas quero comprar os livros antes, porque tenho costume de ler em pdf quando eu quero muito ler e não tenho dinheiro para comprar kkkkk, parabéns pela resenha, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito irrigada Lorena! Saber que minhas resenhas deixam vocês curiosos é super importante pra mim *.*

      Espero q vc consiga realizar seu desejo e leia essa trilogia maravilhosa!
      Beijos

      Excluir
  2. O FINAL, O FINAL!!!!!!!!!!!!!!!1
    Eu simplesmente taquei o livro longe e ainda não reuni coragem para ler Champion.
    É, preciso terminar antes da nova série dela chegar ao brasil.

    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAH Telemaco, foi exatamente assim que me senti. Estava chorando no final de Prodigy e não consegui chegar perto de Champion!

      Me abrace e vamos sofrer juntos!

      Excluir
  3. Hey, Izabela!!!
    Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!! Essa resenha me fez ter muita vontade de ler "legend" [que estou concorrendo aqui no blog pelo top comentarista]! Não vejo a hora de ter o livro em mãos e começar a ler a trilogia. Adoreeeeei!!

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aguida, muito obrigada *.*

      boa sorte com o Top Comentarista! Espero que a sorte esteja sempre ao seu favor _lll_

      Beijos e que sua leitura, qnd ocorrer, seja muio prazerosa!

      Excluir
  4. Gente, se eu estava com vontade de ler Legend, agora eu nem sei mais dizer o que estou sentindo. Muita vontade? Vontade louca? rs Só sei que eu preciso dessa série para ontem, porque parece muito boa. E fico feliz porque a continuação foi tão incrível.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de janeiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A continuação foi maravilhosa! Espero que você consiga ler a série logo. Vale muita pena.

      Beijos!

      Excluir
  5. Uau!! Uma das suas melhores resenhas, sem dúvida, Iza! Fiquei realmente interessada nessa trilogia por causa desse livro. Aparentemente, os personagens e a história são ricos. Você parece realmente empolgada e acabei com vontade de ler também! Hahahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *-* muito obrigada, Carol
      Você sabe que sua opinião sempre é muito importante. Confio nas suas críticas e, ainda mais, nos seus elogios.

      Empolgadíssima seria o adjetivo correto. Essa série acabou comigo. Não quero ver o que vai acontecer quando eu terminar a trilogia.

      Beijos <3

      Excluir
  6. Essa série parece bem interessante, empolgante e bem escrita. A autora deve ter um texto muito bom para encantar tanto assim leitores como você e alguns aqui em cima. Vou incluí-la em minha lista de leituras para poder, quem sabe um dia, descobrir o que Marie Lu faz de tão mágico!

    Saudações,
    Ace Barros
    Capitão do drakkar Interlúdio, navegando pelo Multiverso X
    multiversox.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ace, a magia dela é incrivelmente incrível! hahaha
      Espero que você possa descobri-la logo logo. o/

      Beijos!

      Excluir
  7. Iza aumentando minha curiosidade como sempre!!
    Todos são só elogios para com essa trilogia que eu acredito estar na hora de fazer a leitura, porém, sinto que ficarei pobre, pois é difícil terminar um livro que você amou e não ter a continuação em mãos, não é mesmo?!
    Beijos!

    Rafaela, Eterna Leitora.
    www.eterna-leitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem promoção!!! A trilogia está bem em conta, pesquisa nos seus sites de confiança para compras. Eu fui pela Submarino.

      Beijos!

      Excluir
  8. Aviso: minha curiosidade foi aumentada mil vezes agora.
    Quero logo começar essa trilogia! ;/
    SENHOR! vou começar logo hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Rafa *-*
      Comece e depois me conte o que achou!

      Beijos

      Excluir
  9. Em primeiro lugar, estou com um ponto de interrogação gigantesco, bem em cima da minha cabeça.
    Passando esse choque inicial, até porque, li somente a sinopse do primeiro livro, pensei "minha nossa senhora dos deuses literários, preciso ler esse livro". Foi mais ou menos isso, você elevou minha curiosidade de 55% para 97%, assim, só com essa resenha ( que ficou muito boa).
    Esses livros parecem ótimos e as capas <3, sem comentários... Estou ressabiada com esses personagens e temendo esse trágico "fim".
    Ansiosa para lê-los.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joicy, muito obrigada. é super importante para mim saber que vocês gostaram da resenha. Me esforçarei sempre para deixarem vocês curiosos hahahaha

      as capas são lindas também, vc tem toda a razão *.*

      Espero que consiga lê-los logo! =))

      beijos

      Excluir
  10. Meu soooonho é ler essa trilogia!!
    As capas são lindas e todas as resenhas que li são maravilhosas!!!
    Ainda irei ler, desse ano não passaaa!!
    bjoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa leitura, Ana! Espero que adore

      beijos e volte sempre

      Excluir
  11. Oii ! Tudo bom ? Ai, meu Deus, eu mal posso esperar pra ler Prodigy ! Essa trilogia está com tudo para fazer muito sucesso. Espero poder ter oportunidade de ler ainda em fevereiro.
    Beijos,
    Ana.

    http://nasuaestanteblog.blogspot.com.br | @NaSuaEstante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, eu também espero que você consiga!
      Essa trilogia é maravilhosa. Lerei Champion em março provavelmente, porque a vida está corridinha, mas sempre temos tempo para livros espetaculares!

      beijos!

      Excluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook