Rapidinha #06: The House of Night



Essa é outra série de vampiros já resenhada aqui no LOHS. É escrita por P.C.Cast e Kristin Cast, mãe e filha. Ambas são escritoras premiadas e essa série está entre as minhas favoritas. Vocês devem ter percebido o pequeno detalhe na mudança da numeração. Isso aconteceu porque eu já tinha escrito esse post antes de criarmos a coluna "Rapidinha". Portanto estou reescrevendo e editando as mudanças que achar necessárias e repostando para que vocês possam ler tudo o que o LOHS tem a oferecer a vocês! 

Deixarei todas as resenhas já postadas sobre a série aqui! Em breve trarei a resenha do 11º volume, espero que gostem =)




The House of Night - P.C. Cast e Kristin Cast


Escondida
Revelada
Redimida




Vamos entender como funciona o mundo de The House of NightA Morada da Noite. É uma série longa, ao todo serão lançados 12 livros. Aqui no Brasil já temos 11. E o último volume, Redimida, será lançado em breve pela Editora Novo Século. 

Contemporaneidade e misticismo estão juntos com os nossos queridos sugadores. Mas diferentemente de outras histórias, nessa, vampiros não são criados por uma mordida ou pacto com o Demônio, mas, sim, por uma mudança hormonal que acontece com o corpo dos jovens. Se é para você se tornar um vampiro, um Rastreador irá te encontrar e te Marcar com uma lua crescente na testa, dada pela Deusa Nyx, sendo ela, a criadora de toda uma raça. (Sim, eles têm uma Deusa e ela quem criou os vampiros).

Apesar de Marcado, você ainda precisa passar por um processo de transformação. Claro que você já toma sangue, tem habilidades específicas concedidas pela Deusa e precisa passar a viver em uma Morada da Noite, uma escola para vampiros... Você só se torna um vampiro de verdade quando sua marca se expande e seu corpo aceita a  transformação completamente, ou seja, não há mais riscos de morte devido a uma rejeição do seu organismo.

Rapidinha #09: Os Sullivans - Parte 1



Olá leitores do LOHS, estou aqui para falar um pouco sobre a série hot que está estre os queridinhos das leitoras brasileiras: Os Sullivans de Bella Andre. 

Comecei a acompanhar a série no final de 2012, com 16 anos. Eu - de novo - não li os avisos na capa dizendo "conteúdo adulto" ou coisa parecida, mas adorei os livros, mesmo assim. São curtos, diretos e deliciosos. Você se distrai e não pensa em mais nada a não ser terminar a história que a autora preparou para você. A atração, paixão e descobrimento do amor acontece de maneira muito rápida, algumas vezes isso é tão escrachado que eu apenas rio com a descoberta de amor verdadeiro em apenas uma semana, poréeeeeem - quem sou eu para julgar? Afinal, eu que escolhi lê-los. 

São divertidos, são quentes e são para passar o tempo. Nada muito profundo, nada que te fará pensar, no entanto pode te fazer sonhar! ;) 

Os primeiros oito livros da série (sim, oito) contam o descobrimento do amor de cada Sullivan do clã de São Francisco. São eles: Chase, Marcus, Gabe, Shopie, Zach, Ryan, Smith e Lori. Todos são absurdamente lindos e perfeitos. Irmãos que se adoram e fariam tudo para proteger e ajudar uns aos outros. A responsável por essa família coesa é a Mary Sullivan, matriarca que criou todos os oito filhos sozinha após a morte de seu marido, Jack Sullivan.  

Nesse post falarei sobre os quatro primeiros, ok? 

Prodigy - Trilogia Legend #2

Autora: Marie Lu 
Título original: PRODIGY - A Legend Novel
Tradução: Ebréia de Castro Alves
Série: Trilogia Legend
Editora: Rocco - Jovens Leitores
Páginas: 304
Sinopse: Os opostos perto do caos. Depois que um cataclismo atingiu o planeta Terra, extinguindo continentes inteiros, os Estados Unidos se dividiram em duas nações em guerra: a República da América, a oeste, e as Colônias, formadas pelo que restou da costa leste da América do Norte. June e Day, a menina prodígio e o criminoso mais procurado da República, já estiveram em lados opostos uma vez.
Agora eles têm a oportunidade de lutar lado a lado contra o controle e a tirania da República e, assim, alterar para sempre o rumo da guerra entre as duas nações. Resta saber se estão preparados para pagar o preço que as transformações exigirão deles.


Depois do final eletrizante de Legend, nossos dois gênios, June e Day, estão fugindo para Las Vegas nos trens da República. Sozinhos, a única esperança deles agora é conseguir ajuda dos Patriotas para curar a perna de Day; achar Tess e resgatar Éden, a única família restante de Day. Em meio a disfarces e teatros, Kaede surge e os leva até a sede dos Patriotas, bem no meio da maior área militar da República.

À salvo das ruas, mas não de um perigoso jogo, June e Day conhecem Razor, líder dos rebeldes Patriotas. Ele oferece ajuda aos nossos protagonistas em troca de um simples pedido. Como o velho senhor Primeiro Eleitor morreu, as Colônias estão patrocinando o assassinato do novo Primeiro Eleitor, Anden. E ninguém melhor do que June e Day para serem a cara dessa revolução.
"Não gaste muito tempo refletindo sobre quem é Anden. Não posso pensar nele como se ele fosse uma pessoa real, uma pessoa que tenho de matar." June, p. 60

O Mistério da Estrela - Stardust

Autor: Neil Gaiman
Título Original: Stardust
Tradução: Waldéa Barcellos
Editora: Rocco
Páginas: 280


Este livro foi uma das melhores leituras que já fiz, por isso, precisava de fato resenhá-lo. Aposto que muitas pessoas já viram o filme, que eu também adoro, mas como na maioria dos casos, o livro possui muitos detalhes que valem muito a leitura.

Neil Gaiman é um gênio da fantasia, ele sabe escrever histórias, fábulas, que encantam o leitor, e que nos leva para outros mundos fantásticos e únicos. E isso não foi diferente com O Mistério da Estrela. Vamos à resenha!

Bela Distração - Irmãos Maddox #01

Autora: Jamie McGuire
Título original: Beautiful Oblivion 
Série: Irmãos Maddox
Tradução: Cláudia Mello Belhassof
Editora: Verus
Páginas: 308
Sinopse: Cami Camlin é uma garota intensa e independente. Agora, cursando a faculdade e trabalhando como bartender no The Red Door, Cami não tem tempo para nada, até que uma viagem para visitar seu namorado é cancelada e, pela primeira vez em quase um ano, ela tem um fim de semana de folga.
Trenton Maddox era o rei da Universidade Eastern. Mas, depois de um trágico acidente virar sua vida de cabeça para baixo, ele deixa o campus para lidar com a culpa esmagadora.
Um ano e meio depois, Trenton está morando com o pai e trabalhando em um estúdio de tatuagem para ajudar a pagar as contas. Justamente quando ele pensa que sua vida está voltando ao normal, nota Cami sozinha em uma mesa no Red Door.
Em Bela distração, mergulhamos novamente nas emoções do universo de Belo desastre, além de vislumbrar mais alguns momentos do casal mais amado da literatura new adult, Travis e Abby.
Podem suspirar à vontade meninas, os Maddox estão de volta.

Bela Distração é o primeiro volume da série dos Irmãos Maddox e conta a história do irmão mais velho de Travis (Belo Desastre e Desastre Iminente).

No evento de comemoração ao lançamento do livro na livraria Martins Fontes, eu pude saber mais sobre o livro (porque eu não tinha lido ainda). Além do surto total, a frase mais falada foi "Não olhem a última página do livro!" ... Eu não sei vocês, mas eu tenho esse ritual de SEMPRE ler a última frase de todo livro.

Extraordinário

Autora: R.J. Palacio 
Título original: Wonder
Tradução: Rachel Agavino
Editora: Intrínseca
Páginas: 313

Não o li durante a febre de seu lançamento. Não tirei fotos da metade do rosto com a capa. Tenho a primeira edição, a qual prefiro em relação à azul. E vocês??

Em Extraordinário, seremos apresentados a August Pullman, um garoto que não teve muita sorte na loteria do universo. Ele sofre de uma doença genética rara que trouxe graves consequências para seu rosto. Desde bebê ele passa por constantes cirurgias corregedoras, na esperança de se tornar um pouquinho mais normal. Porém...

"(...) passamos tanto tempo tentando fazer o August acreditar que ele era normal, agora ele realmente acha isso. O problema é que ele não é normal." Via, p. 97

Branca dos Mortos e os Sete Zumbis, e Outros Contos Macabros

Autor: Fábio Yabu
Editora: GloboLivros
Páginas: 200
Onde Comprar:
Submarino - AmazonBr - Saraiva

Este livro foi o meu primeiro livro do ano, já que neste começo de ano estava uma correria sem fim, peguei algo que julguei simples para ler. Os contos escritos pelo autor brasileiro Fábio Yabu exploram um universo que já conhecemos: dos contos de fadas, princesas, madrastas, bruxas e tudo o mais, mas de uma forma completamente diferente. De uma forma macabra.

São mais de dez contos, retratando personagens dos famosos contos de fadas, histórias recontadas pela Disney que agora são reescritas com mistério, muito terror e criaturas horripilantes. É diferente de tudo que já li, e gostei da maioria dos contos, mas vou falar de apenas alguns, para não estragar a surpresa da leitura!

Resultado Top Comentarista Dezembro! + Top Comentarista Janeiro!


Boa noite queridos (as) leitores (as)!! Após um período de férias merecidas, o blog LOHS voltou com tudo, preparando um Top Comentarista com um livro super especial, que tem bombado muito nos blogs, inclusive resenhado aqui! Apesar de atrasadinho, este mês teremos menos resenhas, então bora participar!!

Mas antes, vamos ao resultado do Top Comentarista de Dezembro de 2014! Tivemos bastante comentários novamente, obrigada!! Realizamos a contagem manual dos comentários das resenhas do mês de Dezembro, que foram Onze no total. Seis pessoas se classificaram para o sorteio pois comentaram em todas as resenhas, são elas, em ordem alfabética:


Carolina Garcia - Número 01
Desbravadores de Livros - Número 02
Lorena Gasparotto - Número 03
Patrícia Moreira - Número 04
Rafaela Brixner - Número 05
Thayna Ta - Número 06

O Oceano no Fim do Caminho

Autor: Neil Gaiman
Título original: The Ocean At The End Of The Lane
Tradução: Renata Pettengill
Editora: Intrínseca
Páginas: 208
Onde encontrar: AmazonBR | Saraiva |

Sinopse: Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos.
Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino. Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.

Que livro é esse? Estou confusa: tudo o que acabei de ler foi real? Aquela história aconteceu mesmo? Porque eu acreditei veementemente no pequeno narrador de sete anos. Esse garotinho sem nome me levou através da história mais louca de infância que eu já li na vida.

Como não pesquisei antes de me aventurar por essas lembranças, não sabia o que esperar da leitura. Mas sei que o que vou escrever aqui só fará sentido para aqueles que já leram o livro, pois é uma confusão só! Então, me desculpe, se você não leu. Corra, leia, fique confuso e volte para conversar comigo. Até que ponto posso acreditar nesse livro?

Feliz Ano Novo, que venha 2015!



Eu sempre escrevo alguma coisinha aqui em dezembro, depois do Natal ou antes da virada. Mas minha família toda se reuniu na praia e fiquei longe do LOHS por uma semana. Senti saudades!, não duvidem. 

Já estamos em 2015, galera! Vocês acreditam em como 2014 passou rápido? Para mim pareceu um foguete: foi um ano em que tive que abrir mão de muitas coisas para focar num objetivo maior, a universidade. Não sei ainda o que será do meu futuro, por esse motivo, ainda sinto que não estou no "Ano Novo", porque ainda tenho assuntos de 2014 para finalizar. Vocês entendem? É confuso, mas tenho certeza de que irei me acostumar. 

Tenho altas expectativas para esses novos 365 dias. É um ano ímpar, para começo de conversa, e eu amo números ímpares, então estou sentindo que muitas coisas boas virão.

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook