Fortaleza Negra - FN #01

Autora: Kel Costa 
Trilogia Fortaleza Negra
Editora: Jangada
Páginas: 416

Sinopse: De uma inóspita região da antiga União Soviética, vampiros, até então considerados criaturas lendárias, surgem inesperadamente e põem fim à Guerra Fria em 1985. Usando seu poder mental extraordinário e sua força sobre-humana, os Mestres da Realeza Vampírica exigem a rendição dos líderes mundiais e se autoproclamam senhores absolutos do planeta.
Anos depois, vivendo num mundo de relativa paz entre humanos e vampiros, Aleksandra Baker, uma garota de 17 anos, se ressente por não ter a mesma liberdade que os jovens do passado. Agora, além de viver sob o jugo dos vampiros, Sasha, como é chamada por todos, está apavorada com uma nova ameaça, a invasão de predadores letais: os mitológicos!
Em 2013, diante dos terríveis ataques de centauros e minotauros, a família Baker não vê outra saída a não ser se mudar para a Rússia e morar entre os muros do único lugar onde é possível viver livre dos seus ataques: a impenetrável Fortaleza Negra, reduto da Realeza Vampírica.

Um mundo novo, onde a realeza dos vampiros, os Mestres, governam toda a humanidade. Aleksandra Baker, nossa protagonista, e sua família vivem na Carolina do Norte. Seu pai,  um brilhante cientista, trabalha numa substância que poderá proteger a população contra os ataques dos mitológicos (centauros e minotauros). Como o perigo é constante, com medo de perderem um cérebro brilhante, os Mestres convidam o Sr. Baker e família para morarem na segurança da impenetrável Fortaleza Negra.

Depois que Sasha chega à Rússia, sua teimosia, insolência e cabelos alaranjados não passam desapercebidos pelos cinco mestres. Em especial, Mikhail. Enquanto ela e sua família se adaptam às mudanças, passamos a conhecer a rotina daqueles que vivem dentro da Fortaleza e como é a personalidade de cada um dos mestres

Os vampiros de Kel puxam para o lado mais irracional e nada romântico das criaturas da noite. Uma cena que me mostrou que a autora não estava para brincadeira, foi a da piscina. (Quem já leu poderá concordar comigo). Eu esperava que Mikhail se desculpasse, a cobrisse de beijos... e ele faz exatamente o contrário! Foi aí que entendi que ninguém brinca com vampiros de mais de 2000 anos de idade. 

A relação entre Mikhail e Sasha foi muito bem construída. Tanto que eu não percebi quando eles começaram a realmente se interessar um pelo outro. As indiretas sempre estiveram lá, mas existe uma diferença muito grande entre uma simples olhada e uma mordida no pescoço.
Essa adolescente, sempre capaz de se meter em confusões, atraiu os olhares do terceiro Mestre. O livro é narrado principalmente por Sasha, porém conta com capítulos no ponto de vista Mikhail (e até de Kurt). Essa mudança proporciona uma pequena visão da dinâmica de relacionamento entre os Mestre e ajuda a colocar a trama em movimento.  

Por ser o primeiro volume, devo dizer que aconteceram mais coisas do que estava esperando (o que foi uma surpresa muito boa). Mas isso também fez com que fosse uma leitura... Lenta. Se é que posso colocar assim. Entendam esse "lenta" da melhor maneira possível, pois Kel foi capaz de me colocar dentro da história. Eu vivi junto com Sasha.
O único ponto negativo que encontrei foi o emocional... Não senti tanta dor com os acontecimentos finais. Estava mais apegada aos novos amigos de Sasha, Lara e Kurt, do que com a amizade pouco explorada entre Sasha e Helena.

Adorei o livro, com certeza estou ansiosa pela continuação que está prevista para sair em Abril de 2015. Essa obra é a construção de um futuro promissor. Mais uma autora nacional para amar (ainda mais!)



Parabéns Kel! 
"Beijos e mordidas" ;)





18 comentários :

  1. Oi, Izabela!
    Eu sou atualmente muito pé atrás com as histórias de vampiro atuais; elas perderam aquele tom clássico de terror, horror e suspense e agora "brilham no sol" e servem apenas para um cataclismo romântico...
    Mas não foi isso que vi nessa resenha. Esse livro parece ser bem interessante, traz uma boa história de vampiro e o romance complementa a história, em vez de prejudicá-la.
    ótima resenha!

    Abraços,
    Diego.

    pecasdeoito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi assim que me senti ao ler o livro, o romance complementa e não está lá para ser o foco! Existe uma história muito mais incrível para ser contada!

      Se tiver a oportunidade, leia. Você não vai se arrepender
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Izabela,

    A primeira vez que vi esse livro foi na Bienal, amei a capa, mas não parei pra ler a sinopse e saber do que se tratava. Teve uma época que eu era vidrada em vampiros, agora deu uma parada no gênero. Mas pelo que você descreveu esse é um livro que vale a pena ser lido.

    Bjks

    Patty Santos
    Blog Coração de Tinta


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patty, vale a pena sim!

      Na Bienal foi o "lançamento", mas outros leitores já estavam com os volumes em casa hahaha

      Esperei a Bienal, porque sabia que compraria muitos livros lá!

      Beijos

      Excluir
  3. Oi!
    Adorei a sua resenha!
    Eu já conhecia o livro, mas só de capa mesmo, não tinha a menor ideia do que a história se tratava nem de que era de uma escritora brasileira. É muito bom que novos autores estejam sendo divulgados e apoiados em vários blogs.
    Estou curiosa para conferi-lo, assim que der irei comprá-lo.
    Bjos!

    http://2surrealistas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, fico feliz =)

      Os nacionais também merecem seu espaço!! Além de que já conhecia o trabalho da Kel, então estava muito ansiosa para esse livro.

      Compre, você não irá se arrepender (espero) hahaha
      beijos

      Excluir
  4. Oi, Izabela!
    Vi seu comentário no Coisas de Meninas e vim retribuí-lo.
    Acho que a romantização do vampiro nos últimos tempos acabou desacostumando o mundo com o que aquela figura realmente é: um predador superior. E gostei do fato de serem assim, deu outro tempero para o romance. Uma dificuldade além da raça.
    Também senti que o final foi meio acelerado, por isso a falta de emoção. Foi tão rápido que não deu pra perceber. Quando a continuação chegar veremos melhor o impacto do desfecho.

    Ace Barros
    Capitão do Drakkar, navegando pelo Multiverso X
    Multiverso X

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo totalmente com você! Foi tudo muito rápido, deixou um gostinho de quero mais. Mas mesmo assim, durante todo o livro, a relação das melhores amigas foi deixada de lado, tanto pela distância que elas se encontravam, quanto pela tragédia que acometeu Helena. (é que eu sou muito sensível no quesito melhores amigas, elas são personagens muito importantes)

      Ansioso pela continuação também??
      Beijos

      Excluir
  5. Fortaleza Negra é muito perfeito! Sou fã da Kel Costa. E adorei os vampiros serem durões e não umas moscas mortas. Abril de 2015 (mês do meu aniversário) chegue logo!

    Valeu por visitar o PL. A Isa tava na fila de Fortaleza Negra para conseguir meu autografo hahaha amo ela <3

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu aniversário também é em Abril o//
      Estou ansiosíssima pelo FN2! (quero tanto descobrir esse título haaha)

      Beijos, obrigada pela visita também! ^^

      Excluir
  6. Olá, flor! Venho retribuir a carinhosa visita de vocês ao meu blog e acabei encontrando uma ótima dica de leitura! Eu adoro vampiros e percebo que há cada vez mais livros nos quais eles são temíveis criaturas do mal, haha. Adoro isso. Na verdade, gosto tanto do lado romântico (quando eles são menos cruéis) quanto do lado sombrio. O livro me interessou bastante… Não conheço a autoria, mas pela sua resenha percebo que vale a pena a leitura.
    Anotei a dica!!!! E adorei o blog de vocês!!!! Já estou seguindo. ;)
    Beijos!!!

    My Queen Side

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Francine *-*

      Espero que goste. A Kel Costa é uma autora nova apenas no mercado editorial, mas ela escreve fanfics há mais de cinco anos! Foi através das Fanfics que eu a conheci e me apaixonei pelo seu trabalho.

      Beijos

      Excluir
  7. Eu e vampiros, uma história de amor melhor que Crepúsculo (ou não) UAHSUAHSUAHS Tenho uma quedinha pelos morcegões, mas confesso que escolho muito bem antes de ler algo sobre, já que o mercado está tão saturado deles. Nem tudo é bom :/ Pelo que você falou do livro, achei interessante, ainda mais pelo lado "menos romântico" dos vampiros. Sempre espero algo mais sanguinário e menos "irmãos Salvatore", sabe? Mas tenho que dizer que essa capa não me agradou em nada :/

    bjos,
    Bianca.

    www.blogsomaisum.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo bem o seu lado, Bi! Apesar de amar os Irmãos Salvatore (os das telas, porque não aguentei os dos livros hahaha)

      Eu gostei da capa até, mas achei mais interessante o trabalho de arte que vem nas últimas páginas do livro. Tente ver depois pra ver se sua opinião pode mudar!

      Beijos, espero que goste do livro ^^

      Excluir
  8. Já li muitas tramas vampirescas, mas nenhuma que não traga vampiros românticos e
    super apaixonados, fiquei curiosa para ter essa visão do lado desumano das criaturas da noite. Dica anotada.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles não são tãaao desumanos assim, mas com certeza têm aquela diferença gritante entre as duas raças!
      Espero que goste!

      Beijos

      Excluir
  9. Hey, tudo bem?
    Parece ser um livro bom rsrs, eu nunca tinha ouvido nada a respeito dele, mas sua resenha despertou em mim certa curiosidade ^^
    Abraços!
    http://enjoythelittllethingss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Guilherme!
      A curiosidade é o primeiro passo, se se interessar de verdade, leia-o. É muito legal! =D
      Beijos

      Excluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook